fundo-gradiente-tons-de-verde.jpg

A noctúria é mais comum em pessoas com mais de 60 anos e não deve ser confundido com a enurese, em que a pessoa (em geral as crianças) urina na cama.

Além disso, a noctúria pode ser sintoma de algum problema de saúde.

 

Os problemas que em geral se relacionam a urinar frequentemente são:
 

  • Mudanças hormonais: Com a idade, a produção do hormônio antidiurético é menor, por isso aumenta a produção de urina;

  • Problemas de próstata: A próstata frequentemente aumenta com a idade. Se isso acontecer, a próstata pode pressionar a uretra e evitar que a bexiga se esvazie adequadamente - o que aumenta a necessidade de urinar;

  • Incontinência ou bexiga hiperativa: Isso acontece quando há uma necessidade urgente de urinar - que, por vezes, a pessoa nem consegue segurar;

  • Infecção no trato urinário ou pedras na bexiga: A irritação pode aumentar a frequência com que se urina;

  • Falência crônica renal;

  • Problemas de coração, diabetes ou outras doenças. Sem uma boa circulação o nosso coração não funciona de forma eficiente, nosso corpo tende a acumular mais fluidos que o necessário;

  • Distúrbios do sono como: apneia do sono, síndrome das pernas inquietas e insônia.

 

Todos esses problemas tendem a ser mais frequentes em idades avançadas, apesar de haver casos em jovens, especialmente casos de bexiga hiperativa.

Em idosos tais problemas podem comprometer o funcionamento do sono e há estudos que comprovam que levantar mais de três vezes por noite para urinar aumenta os riscos de acidentes por queda.

Caso o problema esteja atrapalhando seu sono, é importante buscar um urologista para avaliar a causa da noctúria.

Saiba mais
Prevenção é Saúde
Faça o agendamento online. 
É fácil, rápido e seguro.