confetti transparentes
Faça o agendamento online. 
É fácil, rápido e seguro.
Saiba mais
Prevenção é Saúde

O Refluxo Vesicouretral (RVU) é uma condição anormal que está relacionada à origem de infecções urinárias. A urina que vem dos rins e segue pelos ureteres até a bexiga normalmente não retorna para os ureteres, por ação de um "mecanismo valvular".

O refluxo vesicouretral (RVU) pode ter consequências graves para crianças menores de 5 anos.

A doença é dividida em 5 níveis, sendo o mais leve do menor para o maior. A infecção das bactérias causada nos rins pode danificar definitivamente o funcionamento destes órgãos, mesmo em situações mais leves.

Com o surgimento de infecção urinária e febre é preciso levantar a suspeita de RVU. Em média 1 em cada 100 crianças recebem o diagnóstico positivo. Alguns exames que podem ser feitos para viabilizar o diagnóstico:

  • Ultrassom renal – visualiza os rins e todo sistema urinário, simples e pouco invasivo para a criança.

  • Miccional (UCGM) – raio X com contraste. Este exame dá o diagnóstico de refluxo e permite avaliar o grau do RVU.

  • Cistografia Radioisotópica – Similar ao UCGM, mas com um produto para contraste diferente. Diagnostica a RVU, mas não o grau.

  • Cintilografia renal com DMSA – checa o funcionamento dos rins e as condições de cada um.
     

O maior grupo afetado pela doença são crianças menores de 5 anos. O RVU tem várias origens, podendo ser hereditário ou associado a disfunções da bexiga. Se uma criança tiver RVU todos seus irmãos menores de 5 anos devem fazer o exame para refluxo, pois apresentam grandes chances de terem o mesmo diagnóstico.

Sintomas - Apesar de alguns casos não apresentarem sintomas, o RVU causa infecções do trato-urinário que podem levar a impulsos fortes e persistentes para urinar, queimação ao urinar, urinar em pequenas quantidades, coloração turva e com cheiro forte, febre e dor no flanco ou abdômen.

Em crianças mais novas os mais comuns são:

  • Diarreia

  • Falta de apetite

  • Irritabilidade

  • Já nas mais velhas são:

  • Xixi na cama

  • Constipação intestinal

  • Pressão alta

  • Proteinúria

  • Insuficiência renal

  • Perda de controle do intestino

 

Tratamento: pode ser clínico ou cirúrgico.

O tratamento clínico objetiva tratar a infecção urinária, com posterior estabelecimento de quimioprofilaxia, visando evitar recidivas. Os medicamentos comumente utilizados incluem antibióticos.

Para pacientes que mantém o quadro de infecções urinárias contínuas, mesmo com o uso de antibióticos, crianças acima de 5 anos ou com um grau mais severo de RVU é indicada a cirurgia que reconstrói o mecanismo valvular.

Outra opção que está sendo testada é o tratamento endoscópico, que injeta substâncias que facilitam a reconstrução do mecanismo

Consulte sempre um especialista, para confirmar o diagnóstico de Refluxo Vesico-ureteral.