Faça o agendamento online. 
É fácil, rápido e seguro.

A vasectomia é um procedimento cirúrgico para o sexo masculino com o objetivo de esterilização e planejamento familiar. Recomendada para homens que não querem mais ter filhos.

Muitos homens confundem a esterilização com castração. Entretanto, castração é a remoção dos testículos, diferente do procedimento simples de impedir que os espermatozoides sigam para o pênis. A vasectomia não causa impotência, não diminui a libido e não causa perda de sensibilidade do pênis durante o ato sexual.

 A vasectomia é uma intervenção cirúrgica simples que geralmente leva em média 30 minutos para ser concluída, sem necessidade de internação hospitalar. Na vasectomia, o médico corta, no escroto, os ductos deferentes que conduzem os espermatozoides dos testículos até o pênis.

O corte do canal impede apenas a chegada dos espermatozoides até a uretra. O líquido produzido na próstata e na vesícula seminal continua sendo eliminado normalmente durante a ejaculação. Assim, não há interferência na função erétil ou na potência sexual; os nervos e vasos sanguíneos responsáveis pela ereção do pênis não estão envolvidos na cirurgia de vasectomia.

O paciente pode retornar à atividade profissional em até 2 dias e a atividade sexual após a queda dos pontos que ocorrem de maneira espontânea em até uma semana.

As complicações após a realização da vasectomia são raras por se tratar de uma cirurgia de pequeno porte. Quando presente as complicações de curto prazo incluem infecção, hematoma (pele roxa na região operada) e edema (inchaço local).

A principal complicação a longo prazo é a síndrome de dor pós-vasectomia, esta síndrome se caracteriza por desconforto testicular leve a moderado que reduz com o tempo e resulta de uma adaptação do corpo ao pós-operatório.

O homem não fica estéril imediatamente após a vasectomia, pois ainda há espermatozoides armazenados na parte superior do canal, nas vesículas seminais e nos dutos ejaculatórios. A produção dos espermatozoides continua, pois ocorre nos testículos. Cerca de 60 dias após a cirurgia, o paciente é orientado a colher um exame de esperma (o espermograma) para garantir a eficácia do procedimento. Durante esse período, alguma outra forma de contracepção é recomendada.

Critérios para a realização da vasectomia

- ter no mínimo 25 anos de idade e/ou ter no mínimo 2 filhos vivos;
- se casado: haver comum acordo do casal;
- em caso de pessoas absolutamente incapazes mediante laudo psicossocial e/ou médico, poderá ocorrer a esterilização com autorização judicial.

É importante saber se o desejo de não ter mais filhos é definitivo uma vez que irá acarretar em esterilidade para o resto da vida, independente de novos relacionamentos ou casamentos.

Vantagens da vasectomia

- método seguro para evitar a gravidez;
- não é necessário utilizar pílulas ou outros medicamentos;
- não é necessário interromper o ato sexual;
- cirurgia bem mais simples que a laqueadura de trompas feminina.

Todas as orientações presentes neste e em outros meios de comunicação não substituem a consulta médica.

#UrologiaTirol #Urogrupo #UroPediatria #Urologista

#DrRafaelPauletti #UrologiaEmNatal #UrologiaMaisSaúde

Saiba mais
Prevenção é Saúde

Siga nas Redes Sociais

  • Facebook
  • Instagram