Três Cores irregulares

Qualidade de Vida!

Geriatria_Rafael.png

O aumento da população idosa é universal e número global de pessoas idosas – com 60 ou mais anos de idade – está projetado para aumentar de 962 milhões em 2017 para 1,4 bilhão em 2030 e 2,1 bilhões em 2050, quando todas as regiões do mundo, exceto a África, terão quase um quarto ou mais de suas populações com 60 anos de idade ou mais.

No Brasil pessoas com 65 anos já representam mais de 10% da população brasileira e, até 2060, os idosos devem ser 25,5% do total, segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) de 2018.

Em decorrência da longevidade populacional, é preciso que homens e mulheres com mais de 60 anos fiquem atentos a certas doenças,

 

As principais doenças urológicas geriátricas incluem: a incontinência urinária tanto masculina quanto feminina, a síndrome de bexiga hiperativa, a síndrome de bexiga hipoativa, a disfunção sexual, o hipogonadismo e a infeção do trato urinário; o déficit androgênico e tumor de próstata, que só perde para o câncer de pele.

 

Outras distúrbios e estados, como o delírio perioperatório, o desequilíbrio ácido-base e hidroeletrolítico, a polimedicação e a dor pós-operatória ou crónica, exigem conhecimentos e cuidados específicos nesta faixa etária.

Os idosos frágeis e mais vulneráveis representam alguns dos doentes mais complexos observados na prática urológica, necessitando geralmente de cuidados diferenciados e personalizados.

Faça o agendamento online. 
É fácil, rápido e seguro.

Siga nas Redes Sociais